Dicas para refrescar seu cavalo no verão

0

O verão pode ser ótimo para montar a cavalo, aproveitar passeios no final da tarde, mas também pode ser perigoso para os nossos animais. Desidratações, mal estar e até cólicas causadas por diarreias de um mal-estar severo estão entre os perigos desta estação.

Vamos postar aqui algumas dicas da Escola de Medicina Veterinária New Bolton Center, para ajudar a manter o seu cavalo saudável e fresco no verão:

1. Intercale os tempo de baia e pasto. Se o seu cavalo tem uma baia que é voltada para a face oeste, o ideal é mante-lo longe dela durante o final do dia, solto em um piquete. O pernoite é ideal, pois durante a noite as paredes das baias no oeste tendem a permanecer quentes. Mas caso isso não seja possível retarde o máximo que puder a volta do seu cavalo a baia.

2. Fornecer sombra. Se o seu cavalo já vive ao ar livre ou se ele costuma estar fora durante o dia, é necessário fornecer alívio do sol. O ideal é uma área coberta tipo galpão, as árvores são uma fonte de sombra, mas como o sol se move, assim será a sua sombra; Caso não seja possível construir um galpão, garantir que, independentemente da hora do dia, as árvores estão fazendo sombra.

3. Movimente o ar. Não somos fãs de ventiladores, já falamos sobre este assunto aqui algumas vezes, além de levantar o pó eles podem ser perigosos para os cavalos. O ideal é que o pavilhão tenha saídas de ar em 3 níveis: Superior (cobertura), médio (janelas e aberturas laterais) e baixo (abaixo do nível da porta para eliminação da amonia).

4. Umidificadores de ar. Se você é afortunado bastante ter um sistema umidificação no seu pavilhão, o ideal é que faça uso dele. Como a umidade é absorvida da pele dos cavalos,  eles vão eliminar uma certa quantidade de calor.

5. Fornecer água fresca, sempre. Certifique-se de que seu cavalo tem muita água fresca e fria. Um balde pendurado em uma cerca de pasto ou dentro da baia por muito tempo ficará quente e a água não será mais ideal para o consumo dos animais.

 6. Diminua a intensidade do trabalho.  Não pense que porque está acostumado a trabalhar seu cavalo por 1 hora ao meio-dia no inverno será a mesma coisa no calor do verão. Especialmente em lugares onde a umidade é alta contribuindo para a má qualidade da respiração do animal.

7. Permaneça na rotina. Tente manter o máximo possível uma programação para todos os dias. Muitas alterações na rotina do animal podem levar a cólica.

8. Os cavalos também se queimam no sol. Especialmente os brancos, aqueles com manchas ou nariz rosados. Lugares com falhas de pelo ou cicatrizes também são mais suscetíveis a queimaduras. Procure sempre evitar o sol forte e se possível, passe protetor nessas áreas.

9. Tosquiar o cavalo. Especialmente quando estiverem com os pelos grandes, ao mesmo passo que podem oferecer proteção contra o sol, eles também retém grande quantidade de calor tornando mais difícil a tarefa do cavalos “esfriar”. Ao tosquiar, fique atento para não cortar o pelo muito perto, já que ele também oferece proteção contra os raios solares.

10. Observe seu cavalo. Seja atento a todos os sinais de que ele pode estar sofrendo uma desidratação ou até mesmo uma crise de calor. Refresca-lo com uma ducha sempre pode fazer bem.

Você deve saber a temperatura normal do seu cavalo, coração e frequências respiratórias. Para encontrar a frequência cardíaca de um cavalo, basta encontrar um pulso e contar as batidas por 15 segundos, em seguida, multiplique esse número por quatro, que dará as batidas por minuto. Contar as respirações por minuto de forma semelhante.

Sinais de insolação podem incluir:

Uma frequência cardíaca elevada que não retorna ao normal em um período de tempo razoável;

Suor excessivo ou falta de sudorese;

Depressão e / ou letargia; e

Sinais de desidratação: membranas mucosas secas, reabastecimento capilar deficiente e turgescia fraca da pele.

Se você está preocupado que seu cavalo está sofrendo uma crise de calor, chame seu veterinário imediatamente e leve o seu cavalo a um ambiente mais fresco.

Fonte: Arquitetura Equestre

você pode gostar também

Pular para a barra de ferramentas